<
Web Ring Liberal
Ring Owner: Julio Belmonte Site: Web Ring Liberal
Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet
Site Ring from Bravenet
!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Strict//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-strict.dtd"> Nova Mensagem: Dezembro 2005

Nova Mensagem

Fábio V. Barreto

|

quarta-feira, dezembro 21, 2005

Viajar, viajar!


Nesta madrugada parto para Lisboa, para encontrar-me com minha família, que, desde Agosto, nao vejo. Entao viajaremos por Portugal Espanha, França, Suíça e Itália. Tudo promete ser as mil maravilhas. Nao creio que, até o dia que eles voltarem ao Brasil, dia 7 de janeiro, eu possa postar algo. Em todo caso nao extranhem minha ausência prolongada. Qualquer coisa, aviso vocês. Feliz Natal e um próspero Ano Novo
!!!














|

Olavo e Janer, ainda!


Ainda dá muito o que falar o pequeno artigo reprovatório de Olavo de Carvalho à Janer Cristaldo. Sem muitas delongas, dou logo minha opiniao, mais explicitamente do que o fiz dias atrás: Olavo está certo, pois Janer tem se mostrado ridículo quando trata de religioes, enxergando perseguiçoes onde simplismente elas nao existem. Isso sem falar sobre comentários deveras toscos sobre temas importantes como a vida pós-morte (o artigo que ele publicou no MSM é extremamente sofrível!). Mas acho que o Olavo poderia ir mais fundo, mesmo que isso custasse um bate-boca com Janer, mostrando com mais detalhes como os argumentos do Cristaldo nao têm fundamento.
Bem, passemos agora ao quem mais me interessa, que é comentar a reaçao dos fas de Janer Cristaldo à resposta olaviana. Digo, de modo geral, que beiram à insanidade e à intolerância, percebendo até um bocado de burrice em gente que supunha inteligente. Colho aqui, meio que à esmo, algumas missivas de apoio ao jornalista gaúcho, com um breve comentário meu. Reservo-me no direito de indicar os autores pelas iniciais:
Ferido na fé, o homem apenas bravateia contra aquele a quem considerava um aliado e descobriu um livre-pensador. Coisas da vida..
(C.)
Bravateia? Olavo faz uma crítica, um tanto leve, e isso é bravata? Nao me parece que Olavo visse Janer como "um aliado", no sentido de "seguidor", segundo o missivista, mas como alguém inteligente num meio tao corrompido como o brasileiro.
Desculpe-me o palavrão, mas estamos nesse mundo de “merda”, de mentirinha, de promessas pós-morte em troca da entrega da vida real a mais de 2 mil anos por causa de quem? Do Lula que não é!
(P.F.)
Quer dizer que o cristianismo é o culpado pelos males do mundo? Quer dizer que o socialismo, o nazismo, a fome, a degradaçao da educaçao, a corrupçao política, os planos para um gerenciamento mundial sao obras cristas? Isso beira ou nao à insanidade?
A esquizofrenia de Olavo de Carvalho choca mas não surpreende; afinal, seus pendores autoritários e sua ortodoxia religiosa incomparável não constituem novidade. Como discutir racionalmente com alguém que se escuda no "Altíssimo"?
(P.)
Criticar alguém é ter "pendores autoritários"? É, para pessoas que acham que homens de fé devem ouvir calados todos os ataques que lhes sao feitos, por mais sem fundamentos que o sejam. "Ortodoxia religiosa imcomparável"? Acho que esse senhor superestima o espírito religioso do Olavo...
Já me intrigava - e acho que a outros leitores também - que você conseguisse publicar seus textos num reduto infestado de religiosos. Uma gente que insiste em querer moldar o mundo de acordo com o que suas vistas - cauterizadas pelo excesso de luz religiosa - lhes mostram.
(F.L.)
"Moldar o mundo segundo sua imagem e semelhança"? Isso é coisa de gnósticos, nao de cristaos. "Cauterizadas por ecesso de luz religiosa" foi risível,hehehe...
De acordo com o Sr. Olavo o espaço do MSM não deveria ser desperdiçado com futilidades odientas, sem pé nem cabeça. Odientas? E quanto ao artigo dele? Ali sim, pude ver ódio. Embora eu seja cristão e acredite em Deus, não me incomoda o fato de ler em seus artigos - talvez pelo fato de não ser fanático - críticas ao cristianismo
(G.V.)
Ódio? Aquele pequeno artigo que criticava Cristaldo de maneira justa no entanto superficial era ódio? Será que esse senhor sabe o que é ódio? Pelo visto, nao. Aliás, é interessante um cristao aplaudir os insultos que se fazem contra o cristianismo e se exaltar tanto quando alguém o defende.
Parece que o sr. Olavo de Carvalho deixou cair sua máscara: tolerantesomente quando a crítica é contra os aqueles qUE não se encaixam em suavisão de mundo.Como bem lembrado pelo sr. Cristaldo, Olavo de Carvalho defende aLiberdade de expressão no caso de ataques a religiões fora do padrão"santo" do cristianismo - mesmo que a crítica, como no caso de Macedo,seja de uma seriedade patética.
(E.)
Existe uma enorme diferença entre uma crítica e uma sentença judicial. A segunda nao é um debate de idéias, é uma decisao que impoe sançoes contra alguém. Isso aconteceu no caso do bispo Edir Macedo, e sua liberdade de expressoao foi violada. A liberdade de Janer foi violada pela crítica do Olavo? Janer pode ser preso ou coagido a pagar uma multa por aquilo?
Acho que já basta. Nao tenho mais tanto tempo e isso já me enjoa. Enjoa-me a burrice. Estou poupando os leitores de cartas ainda piores. que as quiser conferir, que leia o blog do Cristaldo. Da minha parte, paro por aqui.

|

Despedidas

À alegria do encontro somada à tristeza da despedida. A amizade, gerada e nutrida pela convivência diária, deve agora sustentar-se à distância, desafiando climas, latitudes, longitudes e fusos horários.
À dias alguns amigos meus, brasileiros, foram embora de Salamanca, de vez, rumo ao Brasil. Uns se foram enquando este que vos escreve desbravava a Alemanha e vizinhos, outros, pouco depois de meu regresso. Festas de despedidas sao , normalmente, muito tristes. Aqui em Salamanca, piores ainda. A razao disso é quie nao temos por cá família, entao os amigos com quem viemos e os que aqui conhecemos acabam por se tornaremnossa família. Sao nosso apoio nas horas difíceis e nossa alegria nos momentos de festa.
Em razao dessas despedidas, e do fato de que Fevereiro se aproxima, levando muito mais e as pessoas que por mim sao mais queridas, nao posso deixar de pensar nisso frequentemente. É muito triste deixar Salamanca, tudo aqui é tao bom...
Nessas horas se vê melhor o valor das amizades. Elas devem ser aproveitadas ao máximo!
Acho que nao tenho muito mais o que escrever, mas digo: rezo por todos eles, e por mim também. Que Deus os abençoe!
|

Desejos para 2006

*Voltar à estudar Francês e começar à estudar Alemao
*Transferir minha faculdade para alguma da Europa
*Viajar mais pela Europa
*Ler mais Camus, Orwell, Cela, Dostoiévski e Olavo de Carvalho
*Arrumar um emprego
*Ser aprovado em boa posiçao na faculdade
E, é claro,
*FORA PT 2006!!!!!
|

terça-feira, dezembro 20, 2005

Retrospectiva 2005

Sei que ainda faltam 12 dias para o término do ano, mas, como em breve estarei fora, sem saber se poderes escrever algo, e como nao creio que o ano guarde muitas surpresas para mim, aquí vai um balanço, largamente pessoal, do ano que em breve findará:

HOMEM DO ANO:
Papa Bento XVI

MAIOR ACONTECIMENTO POLÍTICO BRASILEIRO DO ANO:
O escândalo do mensalao, que expôs a podridao do governo do PT.

POR ESSA EU NAO ESPERAVA! (OU ALEGRIAS INESPERADAS DO BRASIL):
*A vitória do NAO no referendo sobre o comércio de armas
*A cassassao de José Dirceu
*A rápida desmoralizaçao do governo petista
*A ferrenha oposiçao no Congresso ao prometo abortista do governo (que deve naufragar)

MINHA GRANDE ALEGRIA PESSOAL:
Minha vinda à Salamanca.

BURBURINHO NA ESPANHA:
* O Novo Estatuto da Cataluña: o novo estatudo da comunidade presidida po Pascual Maragall, de caráter separatista, acabou por se transformar na grande dor-de-cabeça do primeiro-minstro Zapateiro.
*O nascimento da Infanta Leonor: com o nascimento da neta do rei Juan Carlos II, a monarquia española firma sua continuidade eprepara-se para modernizar-se.

GRANDES PERDAS:
*Papa Joao Paulo II
*Julián Marías
*Príncipe Rainier, de Mônaco

MELHOR SITE:
Sapientiam Autem Non Vincit Malitia, do filósofo Olavo de Carvalho (para variar)

GRANDES SITES:
*Mídia Sem Máscara
*Oito Colunas
*Heritage Foundation
*Wikipedia
*Puragoiaba
*Resistencia
*Noite Interminável
*Plural
*Direita
*World Net Daily
*O Indivíduo
*Terra-Rádio

GRANDES SITES QUE, INFELIZMENTE, SE FORAM:
*Direita.org
*Aqua Permanens
*A Barbárie dos Tempos Modernos (na verdade está aí, mas declaradamente abandonado)
*O Óbvio Ululante
*Labareda (Ex –Aristocrata)
*Alma em Punho (mas, segndo a autora, voltará em janeiro)

SITES QUE PODERIAM TER IDO, MAS FICARAM:
*Vinni Corrêa
*Smart Shade of Blue
*O Biscoito Fino e a Massa
*Integralismo

MELHORES JORNALISTAS BRASILEIROS:
Olavo de Carvalho e Diogo Mainardi

DECEPÇAO DO ANO:
Janer Cristaldo: O escritor, tradutor e jornalista gaúcho, até entao um dos melhores comunistas do MSM, caiu no conceito de muitos (no meu, inclusive) quando, a partir de abril, dedicou boa parte de seu espaço no MSM a atacar, de forma rabiosa e estúpida, às religioes, especialmente a Igreja Católica.

AUTORES QUE MAIS ME INTERESSARAM NESSE ANO :
*George Orwell
*Albert Camus
*Olavo de Carvalho
*Hans-Hermann Hoppe
*Diogo Mainardi
*César Vidal
*Patrick Buchanan
*Paul Johnson

MÚSICOS/BANDAS QUE MAIS ME INTERESSARAM NESTE ANO:
*Legiao Urbana
*New Order
*The Cure
*Dire Straits
*Oasis
*Nirvana
*Madredeus
*Andrés Segovia

MELHORES FILMES QUE ASSISTI EM 2005
*Tróia
*Rei Arthur
*Adeus, Lenin !
*O Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças
*Paixao de Cristo
*Kill Bill

PALAVRAS E EXPRESSOES MAIS OUVIDAS EM 2005:
*Mensalao
*CPI
*Corruçao
*Ilaçao
*Valerioduto
*Paraíso Fiscal
*Desvio de Verbas
* “O presidente Lula nao sabia de nada”
*Desarmamento
*Cassaçao
*Estatut de Cataluña
*Unión Europea

LUGARES MAIS INTERESSANTES QUE CONHECI:
*Salamanca
*Coimbra
*Berlim
*Amsterda
*Bruxelas
*Bruges
*Munique
*Nuremberg
*Colônia
|

segunda-feira, dezembro 19, 2005

"Nunca deixei que o período que passei na escola interferisse em minha educação."

Mark Twain, escritor norte-americano (1835-1910)
|

Eu escuto cada uma!

Numa comunidade orkutiana sobre capitalismo e socialismo, leio o seguinte comentário:
Nenhum.....na minha opinião esse sistema tem um fim muito proximo, as metas sção facilmente alcansáveis... Quando existir a unidade das idéias de igualdade, iremos trablahar sem ter metas....pensem nisso
Sim, foi escrito assim, horrorosamente assim. Deixando de lado a grosseria gráfica, pergunto-me, cá com meus botoes: como alguém tem idéias tao confusas? Que beque terá fumado esse sujeito, para falar em "trabalhar sem metas"?
|

Em Amsterda




Depois de desbravarmos as dusas cidades mais interessantes da Bélgica, chegamos à Amsterda. Confesso que a capital holandesa, até entao, nao estava muito bem posicionada em meu conceito. A liberalidade holandesa em relaçao às drogas, à prostituiçao, ao aborto e ao casamento gay faziam com que eu nao me sentidsse muito atraído por Amsterda. No entranto, Amsterda é uma cidade muito importante. Eu precisava conhecê-la.
A melhor maneira de conhecer a capital holandesa, sem dúvida, é pelo passeio de barco por seus canais.Percorre-se o melhor da cidade, e isso é muito. Uma maravilha de encher os olhos e a alma.
Nossa viagem seguiu um roteiro basicamente cultural em todas as cidades, e com Amsterda nao poderia ser diferente. Nisso, visitamos o Museu do Açúcar (muita história do Brasil, por sinal), também a Casa-Museu Rembrandt, o Museu Van Gogh, as igrejas antigas, os bares (nao os cafés, onde se compra e fuma maconha). Sem falar no magnífico Rijksmuseum, o maior da cidade e um dos mais prestigiados do mundo. Tao importante que terá um post próprio, num futuro nao muito distante.
Mesmo o famoso Bairro da Luz Vermelha, onde se pratica a prostituiçao (lá é ofício legalizado) agradou-nos bastante, embora nao estivéssemos por lá para desfrutar dos serviços das “moças”.
No mais, lamento, no entanto, que a viagem nao tenha sido perfeita: nao pude visitar um dos pontos mais importantes da cidade e que, para mim, tem uma importância fundamental: é a Casa-Museu de Anne Frank. Desde meus 13 anos sou fascinado pela história da autora do famoso Diário, um dos documentos mais belos sobra a opressao nazista aos judeus.
Foi um prazer incrível desfrutar do clima frio e escuro de Amsterda. Tudo me trazia, com toda força e vigor à Europa, esse continente maravilhoso por si e que mais se torna para este brasileiro sedento de vida européia. E, no esforço de saciar essa sede, rumamos para a Alemanha, para Colônia,mais precisamente,deixando para trás uma das melhores cidades que conhecemos.

|

sábado, dezembro 17, 2005

O Homem do Ano


Escolhido numa votação feita por mim. Sei que muita gente não vai concordar, mas...
|

Bruxelas


Por uma questao de praticidade de roteiro, deixamos para conhecer Bruxelas depois de Bruges. Assim nao andaríamos 2 vezes pelo mesmo caminho quando fôssemos para Amsterdam. A cidade logo nos surpreendeu.
Até entao eu quase nada sabia sobre a Bélgica. Sabia que era um país desenvolvido, produtor de chocolates divinamente deliciosos e que era sede do Parlamento Europeu. Os que por Bruxelas passaram diziam que a cidade era bonita, no entanto sem grandes atrativos. Isso fez com que eu tivesse, entao, menos interesse nela, mas, como quero conhecer a Europa e tudo era novidade, decidi explorar.
Visitamos, num passeio deveras corrido, o Palácio Real, a Praça central de Bruxelas, o Mannenken Pis (apequena estátua de um menino urinando;uma das principais atraçoes da cidade. Verdade!!!), a Catedral, a Maison du Roi (que, apesar do nome, nunca serviu de moradia para nenhum rei) , um museu onde havia uma exposiçao de obras do artista Fabergé (sim,o que fazia os ovos de ouro para a páscoa dos Romanov), entre outram maravilhas da capital belga. De saída, ainda presenciamos uma festa dos estudantes da Universidade Livre de Bruxelas, que ocorria no meio da rua. Uma pena nao temos podido desfrutá-la.
Bruxelas é uma cidade maravilhosa. Nela se sente o ar da civilizaçao européia, civilizaçao esta que pretento aproveitar ao máximo possível. Quando alguém lhe disser que Bruxelas é sem graça, nao ligue.
|

Olavo e Janer

Depois de uma série de artigos bobocas (para dizer o mínimo), Janer Cristaldo teve uma resposta do Olavo no MSM:

http://www.midiasemmascara.org/artigo.php?sid=4402

O artigo, crítico e ao mesmo tempo polido, era mais do que necessário. Sempre achei que o Olavo deveria dar uma resposta as bobagens cristaldianas publicadas em seu portal de notícias.

Valeu, Olavo!
|

sexta-feira, dezembro 16, 2005

Para Ler e Pensar 17

Lebenswelt

Pedro Sette Câmara discorre sobre o gnosticismo, Deus, o mundo e a modernidade.

Não é caso para rir

O politicamente correto nao pode ser encarado como uma brincadeira inofensiva, diz Olavo de Carvalho.

A Difamação de Pio XII

Joseph Sobran comenta as absurdas acusaçoes contra o Papa Pio XII.
|

¡Adiós, Julián Marías!


Muere Julián Marías

Julián Marías, filósofo, académico, ensayista y colaborador asiduo de ABC, falleció en Madrid a los 91 años víctima de una enfermedad cardiovascular.
Julián Marías hizo suya la frase de José Ortega y Gasset, de quien fue su mejor discípulo, de que la claridad es la cortesía del filósofo. Y así, valiéndose de una vocación temprana, vertebró sus ideas en torno a la defensa de la libertad y a una inagotable preocupación por la condición humana.
Marías, que se consideraba miembro de lo que él mismo denominó Escuela de Madrid, ha presentado de forma sistemática los temas capitales filosóficos a la luz de la filosofía de la razón vital. Presidente de la asociación Fundes-Club de los 90, en 1993 publicó «Literatura y fantasma», una recopilación de ensayos y artículos, todos ellos sobre asuntos literarios. El 1994 se le dedicaron diversos homenajes con motivo de su 80 cumpleaños, entre ellos tres mesas redondas en el Instituto de España, donde Julián Marías enfocó su trayectoria como escritor, como filósofo y como humanista. ABC Cultural le dedicó entonces unas páginas especiales a un pensador esencial.
Justo hoje comecei a ler La Perspectiva Cristiana, do recém-finado filósofo. Sobre ele, nao posso comentar muito, pois nao o conheço ainda, mas, a julgar pelas informaçoes de que disponho, foi uma perda grande.
|

"Em vastas partes do mundo existe hoje um estranho esquecimento de Deus. Parece que tudo caminha igualmente sem Ele. Mas existe, ao mesmo tempo, também um sentimento de frustração, de insatisfação de tudo e de todos. É espontâneo exclamar: não é possível que esta seja a vida! Deveras, não."

Papa Bento XVI.
|

terça-feira, dezembro 13, 2005

As demonstraçoes de carinho que recebi em virtude do meu aniversário surpreenderam as minha expectativas. Pela internet e no undo real, muitas pessoas que pouco me conheciam vieram dar-me os parabéns. É tao gostoso viver isso, principalmente quando se vive longe da família e das pessoas com quem se cresceu!
|

segunda-feira, dezembro 12, 2005

11 de Dezembro

Mais uma vez. Há um ano atrás comentei isso aqui e o faço agora novamente. E o farei sempre. O dia de hoje sempre teve um signiicado especial para mim, e sempre terá.
É a primeira vez que a minha família está longe de mim no dia 11, mas sei que, ao mesmo tempo, estao presentes. Moram em meu coraçao e, dentro de poucos dias, os verei de novo.
No exterior, os amigos sao nossa família. E os meus me dao o apoio que preciso.
Mais uma fase, mais um marco.
E a vida segue.
|

sexta-feira, dezembro 09, 2005

Negritude júnior ou branquelice sênior? Faça sua escolha...

Caro leitor, me responda uma coisinha: se um partido adota como palavra de ordem a recusa na admissao de um determinado grupo racial em seus quadros, como esse partido é ou nao racista? Como um partido desses "não podem ser comparados com partidos assumidamente racistas" (sic)?
Essa foi, certamente, a pior ofensiva do racismo negro no Brasil.
|

quarta-feira, dezembro 07, 2005

José Dirceu foi cassado.
Daqui da Espanha, soube do ocorrido com atraso. Parabéns ao Brasil! Essa, junto com a vitória do NAO no referendo foram as melhores notícias que tenho recebido do Brasil nos últimos tempos. Talvez o país nao esteja tao ruim quanto eu pensava.
Falta agora prender o resto de quadrilha, incluindo aí o presidente Lula.
|

Para Ler e Pensar 16

I'm Behind Bars

Gary North apresenta o projeto Kairos e discorre sobre a ineficácia do sistema penitenciário.

Publicly Funded Sex

Doug French fala sobre o "duro trabalho" de políticos e burocratas federais dos EUA.

Mais sábios que Deus

A pimeira experiencia coletivista americana e a decadência brasileira atual. Por Olavo de Carvalho.
|

segunda-feira, dezembro 05, 2005

Bruges

Conforme eu havia prometido, começo hoje meu relato de viagem.
Com uma noite escura e fria típica do norte europeu recebeu-nos Bruxelas. Era dia 16 de novembro, e viajamos por todo o dia. De Salamanca à Valladolid, de lá o aviao rumava para a capital dos belgas.
Éramos um grupo de 3, eu, meu amigo e sua irma, que viera do Brasil visitá-lo e conhecer alguns países europeus nos quais ainda nao havia estado. Para ele, era sua primeira viagem para fora das fronteiras españolas, enquanto que, para mim, era a primeira vez, desde que cheguei à Europa, que saía da Península Ibérica. A viagem prometia a todos; as expectativas, enormes. Seriam 15 dias na estrada. Em estradas de ferro e linhas aéreas, para ser mais preciso. Lá fomos nós.
Chegamos à estaçao indicada, Diegem. Escura e deserta, nao nos inspirou confiança e a irma de meu amigo voltou para o trem para pedir informaçoes. Ele partiu e ficamos, eu e meu amigos, por horas, na estaçao, com uma imensa bagagem, tremendo de frio, se abrigando da chuva, e tentando controlar o medo e os maus pensamentos. “Uma viagem que já começa assim…” pensava eu. Mas, por fim nos encontramos todos no hotel, saos e salvos.
No dia seguinte, rumamos cedo para Bruges. Decidimos conhecê-la antes de Bruxelas por uma questao de praticidade de percurso. Amável, simplesmente amável, a “Veneza do Norte”. Uma cidade pequena, com aquele ar tipicamente europeu, cheia de bosques, docerias , museus e belos monumentos, como a Catedral de Sao Salvador, a Torre Belfort, e a prefectura, em estilo gótico. Imperdíveis, também, suas pontes, canais e jardins. Uma cidade realmente encantadora. Pequena mas encantadora.
Ao fim do dia, de volta à Bruxelas. Essa seria explorada no dia seguinte.
|

Para Ler e Pensar 15

Mitos sobre o Comércio

Ninos Malek comenta as principais bobagens defendidas pelos inimigos do mercado livre.

Os Orgons

Eduardo Levy fala da absurda leniência do povo brasileiro com os crimes do PT.

Japão S.A.

A insensatez do capitalismo japonês antes da crise. Por Rodrigo Constantino.
 
Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com Acessos: