<
Web Ring Liberal
Ring Owner: Julio Belmonte Site: Web Ring Liberal
Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet
Site Ring from Bravenet
!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Strict//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-strict.dtd"> Nova Mensagem: Julho 2005

Nova Mensagem

Fábio V. Barreto

|

domingo, julho 31, 2005

|

sexta-feira, julho 29, 2005

Desarmamento



Eu também estou contribuindo com a campanha do desarmamento. Por isso posto essa foto, colhida no blog do Giovani MacDonald.
|

A Escola de Atenas

Esse é o famoso quadro A Escola de Atenas. Quem me dera encontrar um lugar tão produtivo intelectualmente como esse hoje!
|

Foto do céu de Morro Branco, aqui no Ceará.
|
Recebi essa por e-mail.Sei que muita gente não gosta, mas achei bonito, interessante e por isso resolvi postar aqui para vocês:
*******
Descalça e suja, a garotinha passava as tardes no parque olhando as pessoas passarem.Ela nunca tentava falar, não sorria, não dizia uma única palavra.Muitas pessoas passavam por ela, mas nenhuma sequer lhe lançava um simples olhar,ninguém parava, inclusive eu.No outro dia, eu decidi voltar ao parque curiosa para ver se a pequena garota ainda estaria lá.Ela estava empoleirada no alto do banco com o olhar mais triste do mundo. Mas,desta vez, eu não pude simplesmente passar ao largo, preocupada somente commeus afazeres. Ao contrário, vi-me caminhando ao encontro dela.Pelo que todos sabemos, um parque cheio de pessoas estranhas não é um lugar adequado para crianças brincarem sozinhas. Quando me aproximei dela, pude ver que as costas do seu vestido indicavam uma deformidade. Conclui que esta era a razão pela qual as pessoas simplesmente passavam e nãofaziam esforço algum em se importar com ela. Quando cheguei mais perto a garotinha deliberadamente baixou os olhos para evitar meu olhar. Pude ver o contorno de suas costas mais claramente. Ela era grotescamente corcunda.Sorri para lhe mostrar que tudo estava bem e que estava lá para ajudar e conversar. Sentei-me ao lado dela e disse um olá.A garota reagiu chocada e balbuciou um "oi" após fixar intensamente meus olhos. Eu sorri e ela timidamente sorriu de volta. Conversamos até o anoitecer e o parque já estava completamente vazio. Todos tinham ido e estávamos sós. Eu perguntei porque a garotinha estava tão triste. Ela olhou-me e disse: "Porque eu sou diferente". Respondi-lhe, sorrindo: "Sim, você é".A garotinha ficou ainda mais triste, dizendo: "Eu sei"."Garotinha", eu disse, "você me lembra um anjo, doce e inocente".Ela olhou para mim e sorriu lentamente, levantou–se animada: "De verdade?"."Sim, querida, você é um pequeno anjo da guarda mandado para olhar todas estas pessoas que passam por aqui. Ela acenou com a cabeça e disse sorrindo "sim", e com isto abriu suas asas e piscando os olhos falou: "eu sou seu anjo da guarda".
|

quinta-feira, julho 28, 2005

Na quinta-feira passada, troquei um monte de livros velhos dos quais eu já não precisava/gostava por essas grandes obras num sebo. Eis minhas novas aquisições:

*Almas Mortas- Nicolai Gogol
*Servidão Humana- Somerset Maugham
*O Senhor das Moscas- William Golding
*As Ilhas da Corrente- Ernest Hemingway
*O Recurso do Método- Alejo Carpentier
*O Caminho de Swann- Marcel Proust
*Nuvens de Pássaros Brancos-Yasunari Kawabata
*Morte em Veneza/ Tristão/ Gladius Dei- Thomas Mann
*1919-John Dos Passos
*A Festa de Babette-Isak Dinensen
*A Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda/ Inflação e Deflação-John Maynard Keynes.
* Compêndio de Elementos de Economia Política Pura- Leon Walras
*Mussolini- Eduardo Godoy de Figueredo
*A Religiosa- Denis Diderot
*Babbitt-Sinclair Lewis

Tudo isso a troco de me livrar de um monte de livros que já nada valiam. Beleza!
|
Num debate sobre um blog de admiradores do Papa Ratzinger, encontro a seguinte pérola:

Não sou Católica, mas não gostei do novo Papa.
O cara foi Nazista, tem uma puta cara demoniaca e uma olhar pesado u.ú
Seria ele o anti-cristo?
Pela deusa, ainda bem que eu estarei a salvo =P

Será que preciso comentar a estultície? Uma pessoa que apresenta como argumentos contra o Papa Bento XVI “uma puta cara demoníaca e uma* olhar pesado u.ú.” e conjetura sobre a possibilidade de ser ele o anti-cristo é duma idiotice sem par. Quanto ao “nazismo” do novo Papa, afirmado estupidamente meses atrás num artigo de Roberto Pompeu de Toledo, acho que meus parcos leitores já devem saber que ele foi alistado À FORÇA no Partido Nazista e nunca compactuou com o nacional-socialismo alemão.
Com críticos como esses, a cada dia me convenço mais de que a escolha de Ratzinger para o Trono de Pedro foi acertada.

*Depois ela corrigiu o artigo errado.
|

quarta-feira, julho 27, 2005

A arte de ler o PT

A arte de ler o PT, da autoria do meu conterrâneo Fernando de Morais, é um inteligente retrato do governo petista. Inteligente e divertido. Leiam.
|

O passar inexorável do tempo é devastador como as ondas gigantes, que são impiedosas com aqueles que ousam desafiá-las. Mas ondas gigantes podem ser evitadas - E o tempo?
|

Fugacidade

Quando menos se espera, o que é doce acaba, o que é bom se esvai. Por isso, deixa uma saudade!
|
|

terça-feira, julho 26, 2005


"O movimento nacional-socialista (nazista) tem um só mestre: o marxismo" - Goebbels, Kampf um Berlin, p.19

"Nós somos socialistas, e inimigos mortais do atual sistema econômico capitalista" - Der Nationalsocialismus, die Weltanschauung des 20 Jahrhunderts

Interessante, não?
|

Chesterton's Quotes

"Thieves respect property. They merely wish the property to become their property that they may more perfectly respect it."

"Tradition means giving votes to the most obscure of all classes, our ancestors. It is the democracy of the dead."

"If there were no God, there would be no atheists."

"Quando um homem já não crê em Deus, não é que ele não acredite em mais nada: ele acredita em tudo."
|

segunda-feira, julho 25, 2005


O Templo do saber ocidental reina no alto da colina!
|

domingo, julho 24, 2005

Estava atrás de uma imagem que transmitisse a idéia de paz e serenidade. Achei esta boa; não sei se a ideal, mas boa. Desejo muita paz para todos vocês.

|

sábado, julho 23, 2005


"Quero dizer para vocês, meus companheiros, que nesse país de 180 milhões de habitantes pode ter igual, mas não tem mulher nem homem que tenha coragem de me dar lição de ética, de moral e de honestidade. Nesse país, está para nascer alguém que venha querer me dar lição de ética", afirmou.
Pouparei meus leitores de lerem na íntegra o último arrombo de auto-enaltecimento do nosso presidente, até porque muitos certamente já o viram pela TV. Só gostaria de dizer, embora já seja um tamto quanto supérfluo, que ele se superou desta vez, passando de todos os limites do ridículo possíveis.
|

sexta-feira, julho 22, 2005


Considero o artigo de Álvaro Velloso de Carvalho, publicado em sua coluna na antiga versão de O Indivíduo, "Algumas questões para defensores do aborto" , apesar de escrito em fervereiro de 1999, de atualidade enorme e seus argumentos de qualidade inquestionável. Foi, sem dúvida, um dos melhores textos de opinião que já li na Internet, mesmo se comparado aos publicados na imprensa convencional. Deixo para vocês o prazer de conferirem o texto por vocês mesmos.
E, Álvaro, (sei que você não me lê, mas...), VÊ SE VOLTA A ESCREVER PARA "O INDIVÍDUO"!
|

*Pintura de Sesshu Toyo, colhida no site do Museu Nacional de Tóquio.
|

*Belerofonte matando uma quimera.
|

Para Ler e Pensar 4

O Brasil Pós-Cardoso: uma crítica
Lucas Mendes desmente uma análise de Emir Sader sobre FHC, o neoliberalismo e a situação brasileira.

Taxado como direitista
O fanatismo ideológico dos marxistas que dividem tudo em esquerda e direita retratado por Janer Cristaldo.

Previdência
Julio Belmonte comenta as estultícies correntes sobre a Previdência Social no Brasil.
|

Albert Camus


Desde a semana passada, fui tomado por um súbito interesse por Camus. De repente, tive vontade de ler todos os livros escritos por ele, ou pelo menos a maioria, incluindo, é claro, os principais.
Até então eu só tinha lido um de seus livros,A Queda, um monólogo protagonizado por um advogado exilado em Amsterdã, que faz, num bar de marinheiros, a confissão de seus pensamentos, seus valores e suas atitudes. Depois de assistir ao suicídio de uma mulher nas águas do Rio Sena, ele se isola completamente do mundo, abandonando inclusive uma série de hábitos cotidianos. O livro é um mergulho na decadência interior humana, tratando da podridão que o homem pode ser e fazer. É deveras complexo, não o tenho em mãos no momento (o livro não era meu) ,o li há alguns meses e meu interesse por ora não é fazer uma resenha sobre ele, razões pelas quais paro meu comentário sobre A Queda por aqui.
Pois bem. Imbuído do repentino desejo de conhecer Camus mais a fundo, fui a uma biblioteca procurar por mais obras camusianas. Além disso, separei para ler L’Étranger (sim, o original francês, para praticar), que eu peguei emprestado da minha tia faz tempo. Na biblioteca, os escolhidos foram O Exílio e o Reino e A Peste.
Tentei ler O Exílio, mas o livro de contos do Camus me pareceu pouco interessante, o que ocasionou seu abandono.Quanto à L’Étranger, meu francês não está tão desenvolvido a ponto de ler com calma os textos do escritor franco-argelino (para quem não sabe, ele tem uma linguagem um tanto peculiar. Meus professores de francês haviam me avisado, mas...) e, no momento, leio A Peste. Estou no começo, mais c’est très intéressant.
Camus, pelo menos até o ponto em que o conheço, é um existencialista; busca o sentido da existência humana na Terra. Vejo que seus livros refletem bem isso, esse drama do homem aparentemente comum mas que por dentro dilaceram-se em dilemas quanto à sua condição de seres desorientados à volta com um mundo que não compreendem, onde se sentem destituídos de um lugar.
Mais não digo, pois pouco sei e acho que estragaria o desafio da descoberta deste interessante autor. Portanto, leiam Camus, leiam bastante Camus, leiam mesmo.
|

quinta-feira, julho 21, 2005

Atendendo à proposta do Fernando Souza, na comunidade Faculdade Atrapalha Minha Vida, do Orkut, criei a seguinte frase de efeito sobre a universidade brasileira:

No Brasil, o ensino superior é a cultura dos culturalmente inferiores.
|
Uma boa notícia, recebida há poucos dias: a Roberta Febran, depois de
um tempo fora da blogosfera, voltou à postar. Seu blog foi reformulado.Beleza!
|

quarta-feira, julho 20, 2005

Eu Ainda Estudo Lá!

|
Em tempos de governo Lula, PT, mensalão e flagrante decadência cultural, as palavras de Rui Barbosa não poderiam ser mais atuais:

"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto".
Rui Barbosa
|
Homem morre ao ser sodomizado por animal nos EUA

A vítima, de 40 anos, sofreu graves lesões internas e seu corpo foi deixado por desconhecidos em um hospital de Seattle, no dia 2 de julho. As investigações revelaram que o sítio era especializado em zoofilia e oferecia cavalos, pôneis, cabras, ovelhas e até cães.
E depois quando se diz que esse mundo caminha para o buraco, ainda tem gente que duvida...
|
Flui, passa, passa muito rápido. O tempo passa rápido demais, para falar a verdade. Mal começa, já termina. A famosa sentença de Herácilto, “Não se pode descer duas vezes o mesmo rio...”, é claro, não pode ser entendida de maneira literal, mas não consigo me sentir como o Obscuro de Héfeso quando vislumbro o tempo passar com maior celeridade do que o esperado e o desejado. Não sei, acho que só resta me conformar com isso, e existir e agir tal como Deus queira e minhas forças permitam.
|

terça-feira, julho 19, 2005

"Cuando la vida es um tormento, querer dormir-¡oh dormir!-es el más imperativo de todos los derechos."
Alejandro Sawa, escritor espanhol.
|

segunda-feira, julho 18, 2005

Um escritor vazio é um nada perambulando pelo mundo.
|
|

sábado, julho 16, 2005

De Volta!

Estive ausente por todos esses dias devido à sérios problemas no meu computador. Bem, mas como podem ver, cá estou de volta, firme e forte!
|

sábado, julho 09, 2005

O Novo Sucesso do Cinema Nacional


*Copyright by Nariz Gelado
|

Londres



Será que é preciso dizer algo mais sobre o terrível ocorrido? Será que minhas palavras acrescentarão algo a tudo o que está sendo comentado e noticiado por aí sobre o novo point do terrorismo da Al Qaeda?
Não virei aqui com notícias fantásticas e imperdíveis sobre o caso, nem nada que possa ser considerado como a última palavra no assunto.Quanto às notícias, a imprensa já o faz, em certa medida. Se vocês quiserem,leiam essa reportagem do Times, de Londres, por exemplo. O mais ainda se vai descobrir.
Bem, acho que dificilmente tenho algo a dizer que seja melhor do que já se sabe. Mas penso que não posso simplesmente me calar sobre essa estupidez.
Diante de tamanha crueldade, volto-me para Deus e peço que Ele, em sua infinita sabedoria e misericórdia, acolha as almas dos inocentes que nessa quinta-feira, 07 de Julho de 2005, encontraram a morte do modo mais trágico e inesperado possível. Que o Senhor conforte suas famílias e seus amigos, numa angústia tão terrível como a que ora se abate sobre eles! E que ilumine os homens do poder, a fim que estes sejam sábios na atitude que tomarem ao responderem a esse terrível ato.
Bem, aqui presto minha solidariedade a todos as vítimas do terror em Londres.
|

sexta-feira, julho 08, 2005

O Grito

|

quinta-feira, julho 07, 2005

O Globo ataca


A notícia já corre solta pelo mundo virtual: Olavo de Carvalho foi demitido do jornal O Globo, recentemente, na manhã de 05 de Julho. Há anos ele escrevia sua coluna de opinião neste periódico carioca.
Sem dúvida foi uma estupidez do jornal demitir o Olavo, ainda mais com a alegação pouquíssimo crível de que isso está relacionado a um essencial “corte de despesas”. Eles têm outras despesas que poderiam cortar sem tirarem o melhor jornalista do Brasil.
Portanto, tal como a maioria dos leitores do Olavo, enviei um e-mail de protesto ao jornal ( quem quiser fazê-lo:cartas@oglobo.com.br), que é esse que segue:

Numa época em que o país carece de uma verdadeira classe pensante original, independente, que contribua para o melhoramento cultural da nação e a informe com destemor sobre o que realmente se passa no Brasil e no mundo, é absolutamente lamentável que O Globo corte de seu quadro de colunistas quem é, certamente, o melhor intelectual do país. E o pior é que os mais prejudicados serão os que buscavam comentários de qualidade...
|

quarta-feira, julho 06, 2005

Para Ler e Pensar 3

A quimera da reforma política

Marcelo Moura Coelho fala do embuste que o governo federal pretende nos impingir a título de "aperfeiçoamento político".

Prophet of Decline

Tunku Varadarajan entrevista Oriana Fallaci.

Lessons From the Kelo Decision

Ron Paul discute a decisão da Suprema Corte americana em autorizar a desapropriação de um bem privado em favor de um interesse... privado.

Will Liechtenstein's Autonomy Prevail?

Karen DeCoster alerta para a ameaça dos arquitetos do superestado europeu ao pequeno principado de Liechtenstein.

Mea Cuba

Álvaro Velloso de Carvalho analisa as bobagens de Luís Fernando Veríssimo sobre Cuba, Nova Ordem Mundial e a imprensa brasileira.
|

segunda-feira, julho 04, 2005

Bob Jeff's Track

Para quer quer saber qual a música procurada por Roberto Jefferson quando do seu acidente caseiro, música essa que, quando dita no depoimento de Jefferson na CPI, provocou gargalhada geral.


Nervos de aço
Lupcínio Rodrigues

Você sabe o que é ter um amor, meu senhor
Ter loucura por uma mulher
E depois encontrar esse amor, meu senhor
Nos braços de um outro qualquer
Você sabe o que é ter um amor, meu senhor
E por ele quase morrer
E depois encontrá-lo em um braço
Que nem um pedaço do seu pode ser
Há pessoas de nervos de aço
Sem sangue nas veias e sem coração
Mas não sei se passando o que eu passo
Talvez não lhes venha qualquer reação
Eu não sei se o que trago no peito
É ciúme, despeito, amizade ou horror
Eu só sei é que quando a vejo
Me dá um desejo de morte ou de dor
|
Ordenação de francesa desafia a Igreja Católica

Estou chocado com a estupidez dessas pessoas! Que elas pensam que a Igreja é? Um clubinho qualquer que está sujeito aos caprichos do momento? Se não gostam, bem, que se danem!
|

domingo, julho 03, 2005

Live 8


Apesar do imenso público espectador, os maiores aplausos que o show recebeu vieram de muito longe, de onde a música não se podia ouvir: vieram das mansões dos ditadores e grupos criminosos africanos.
 
Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com Acessos: