<
Web Ring Liberal
Ring Owner: Julio Belmonte Site: Web Ring Liberal
Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet
Site Ring from Bravenet
!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Strict//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-strict.dtd"> Nova Mensagem: Março 2005

Nova Mensagem

Fábio V. Barreto

|

quinta-feira, março 31, 2005

Apontamentos de Ontologia Brasílica

Desde ontem a noite, pensei em iniciar aqui uma série de apontamentos sobre o brasileiro, ou melhor, sobre o "ser brasileiro", de minha lavra, baseado em alguns autores e em observações feitas por mim de nosso cotidiano. Mas nada de longas elucubrações acadêmicas, embora eu goste delas. Serão em geral frases curtas, do tipo ser brasileiro é...

Então, começemos:
Ser brasileiro é dar as costas à Dante e ir ver correndo a novela das 8.
|

quarta-feira, março 30, 2005

Antiamericanismo by Alexandre Soares Silva

Descobri que não sou só eu que vê semelhanças entre o antiamericanismo e o antisemitismo. O renomado blogueiro Alexandre Soares Silva também. Vejam este post antigo.
|

Miss Veen

Uma jóia contra o politicamente correto que eu colhi hoje no ótimo blog da Juliana Lemos. Destacam-se, entre outros:

Peço desculpas por ser branca e por meus ascendentes provavelmente terem chicoteado uns negros por aí.

Peço desculpas por simpatizar com conservadores, apesar de não ser rica e de não ser homem.

Peço desculpas por não acreditar em social-democratas.

Peço desculpas por já ter lido artigos e livros do Olavo de Carvalho.

Peço desculpas por ter falado mal de filme brasileiro.

Peço desculpas por nunca ter votado no PT.

Peço desculpas por todas as formigas que esmaguei sem querer na vida.
|

segunda-feira, março 28, 2005

"Um cavalheiro busca a virtude; um homem pequeno busca terra.Um cavaleiro busca justiça; um homem pequeno busca vantagens."

Confúcio (apr.551-479 A.C.), filósofo chinês.
|

Dúvida Cubana

Aproveitando o que disse ao Nemerson Lavoura nos comentários do post passado, quero compartilhar aqui uma dúvida antiga que tenho a respeito de Cuba: dizem os castristas que Cuba é um exemplo a ser seguido, com notáveis conquistas na saúde, educação, participação política ( sic, isso mesmo!),blá blá blá, blá blá blá.
No entanto, não é raro cubanos lançarem-se ao mar em embarcações lotadas correndo o risco de se afogarem, serem comidos por tubarões, pegos pela marinha cubana, capturados pela guarda costeira americana, o escambau, tudo para irem viver na Flórida. Aí pergunto-me, se Cuba é tão boa assim ( "o Reino de Deus sobre a Terra", nas palavras de um de seus maiores apologistas o "frei" Betto), porque eles abandonam esse "paraíso" para irem viver no "inferno" (!) capitalista americano?
|

sábado, março 26, 2005

Fidel até a morte!

"A matéria escrita sobre a riqueza de Fidel é uma verdadeira infâmia. Só os que querem a perpetuação do capitalismo condenam o regime ultra democrático cubano, onde o povo verdadeiramente está no poder, podendo ele (povo) eleger e cassar seus representantes, fazer justiça sem depender de uma pseuda justiça que vende liminares e sentenças, típicas dos regimes capitalistas. Fidel é um norte para os pobres do mundo um verdadeiro herói da nossa época. Provavelmente quem escreve contra Fidel e o regime humanista implantado pelo povo cubano não suportaria viver numa sociedade sendo igual aos outros, mas sim, viver de forma diferenciada sem se preocupar com o preço da miséria que gera a organização social em classes. Com certeza esse pobre coitado cineasta que fala de Fidel vive bem melhor do que milhões de brasileiros que vivem no gueto e não tem nenhuma preocupação sobre o futuro dos que não tem vez, nem no Brasil e nem em nenhum outro país.
Jose Ribamar Muniz Feitosa"

A pérola acima é uma carta de um leitor do MSM reagindo à um dos vários artigos críticos publicados no site contra Fidel Castro. Analisemos a estultície:
1- "A matéria escrita sobre a riqueza de Fidel é uma verdadeira infâmia. Só os que querem a perpetuação do capitalismo condenam o regime ultra democrático cubano, onde o povo verdadeiramente está no poder, podendo ele (povo) eleger e cassar seus representantes, fazer justiça sem depender de uma pseuda justiça que vende liminares e sentenças, típicas dos regimes capitalistas.". Fidel foi apontado como um dos homens mais ricos do mundo. Isso indignou o pobre sr. José Feitosa, que crê piamente que ele é um líder frugal que não pensa em outra coisa a não ser no bem estar do povo cubano. Isso já é sinal de uma demência enorma, mas nada, em comparação à que é por ele demonstrada quando classifica o regime totalitário cubano (o único ainda sobrevivente nas Américas, pelo menos por enquanto) como "ultrademocrático"! Senhor, perdoai! Ele não sabe o que diz! O povo cubano está mais alijado do que nunca do poder! Pare ascender a um cargo de alto escalão, é preciso pertencer ao PC cubano (o único admitido no país) e, após um longo período de politicagens, tráficos de influência e muito, muito maquiavelismo, conseguir alguma coisa. Isso lá é democrático? Isso lá é liberdade?
A coisa segue piorando quando ele diz que "o povo pode cassar e eleger seus representantes". Os políticos cubanos vivem à custa do povo e jamais os representam. Qualquer crítica ao governo pode ser interpretada como traição e é punida com morte e/ou tortura no paredón ou em algum dos falaciosamente chamados "campos de reeducação". Que aconteceria, então, se alguém tivesse a infausta idéia de propor o afastamento de um político?
Mas essa parte ainda tem mais: "fazer justiça sem depender de uma pseuda justiça que vende liminares e sentenças, típicas dos regimes capitalistas." Sinto lhe informar, Sr. Feitosa, mas corrupção do Judiciário existe em qualquer país. E a tal Justiça a que o senhor se refere nada mais é do que a organização totalitária dos poderes coercitivos estatais com o objetivo de manipular e oprimir os cidadãos, tornando-os escravos do Estado.
2-"Fidel é um norte para os pobres do mundo um verdadeiro herói da nossa época." Será que os pobres do mundo gostariam de seguir um assasino cruel como Fidel Castro? Creio que os pobres são destituídos derecursos financeiros suficientes, mas não de tanto senso moral como o sr. Feitosa, pelo menos a maioria.Fidel seria um norte porquê? Por ter destroçado Cuba? Só se for! Pelo mesmo motivo, ele merece ser chamado de herói.
3-"Provavelmente quem escreve contra Fidel e o regime humanista implantado pelo povo cubano não suportaria viver numa sociedade sendo igual aos outros, mas sim, viver de forma diferenciada sem se preocupar com o preço da miséria que gera a organização social em classes.Com certeza esse pobre coitado cineasta que fala de Fidel vive bem melhor do que milhões de brasileiros que vivem no gueto e nãotem nenhuma preocupação sobre o futuro dos que não tem vez, nem no Brasil e nem em nenhum outro país." O velho vício marxista de ver a si próprio como o supra-sumo da virtude enquanto seus adversários são intoleráveis ególatras insensíveis, já demonstrado por Alain Besançon, aflora aqui nitidamente. Acho que é um tanto supérfluo dizer que o regime castrista nada tem de humanista, posto que só gerou miséria, decadência, exploração, totalitarismo, opressão e enfraquecimento de Cuba. Mas o faço porque esta é a verdade.
Não existe vida igualitária em Cuba. Os altos funcionários do Estado gozam de privilégios incríveis e estão situados numa posição de superioridade em relação ao resto da população muitas vezes maior do que a existente na Idade Média. Sim, Cuba tem uma sociedade diferenciada em classes: Os figurões do Estado e o povo. Cada um com suas divisãoes internas. Na massa, vive melhor aquele que explora alguma atividade como prostituição ou mercado negro. No mais, a pobreza assola. A população divide-se em pobres e miseráveis.
O tal cineasta citado pelo missivista é o Ipojuca Pontes, escritor, cineasta e talvez um dos melhores colunistas do MSM. Sim, sr. Feitosa, certamente ele vive melhor do que os pobres. Mas, e qual o problema? Ah, o sr. ainda acredita naquela história de "luta de classes", não é mesmo? Será que, se A não é pobre, ele está se lixando para os pobres? Não faz sentido, visto as campanhas de caridade que por aí abundam. Pela frase, devo supor que o sr. Feitosa também é pobre, não é? Ou seria um caso de paralaxe?
Bem, já disse o que era necessário para demonstrar o absurdo da carta do sr. Feitosa. Espero que pessoas como ele acordem o mais rápido possível de suas cegueiras ideológicas. Que, nesta Páscoa, Cristo, Aquele que morreu para nos salvar, tenha piedade dele e de todas as vítimas de Fidel.
|

terça-feira, março 22, 2005

Entrevista no capitolio.org

Não percam essa entrevista com o Diogo Mainardi no site capitolio.org, do Gustavo Durden!
|
"Não perca tempo argumentando sobre o que é um homem bom. Seja um."

Marco Aurélio, filósofo e imperador romano.
|

Sete anos de pastor Jacob servia

"Sete anos de pastor Jacob servia
Labão, pai de Raquel, serrana bela;
Mas não servia ao pai, servia a ela,
E a ela só por prémio pretendia.

Os dias, na esperança de um só dia,
Passava, contentando-se com vê-la;
Porém o pai, usando de cautela,
Em lugar de Raquel lhe dava Lia.

Vendo o triste pastor que com enganos
Lhe fora assim negada a sua pastora,
Como se a não tivera merecida;

Começa de servir outros sete anos,
Dizendo: - Mais servira, se não fora
Para tão longo amor tão curta a vida!"

Camões, poeta português.

Estou tão poético hoje!
|

Adeus, Bandeira Vermelha

Adeus, Bandeira Vermelha

Yevgeny Yevtushenko
Não morra antes de morrer
Editora Record, Rio de Janeiro, 1999

"Adeus, Bandeira Vermelha.
Tu desceste do alto do Kremlin
sem muito orgulho
sem o mesmo jeito
com que subiste, tantos anos atrás,
no Reichstag destruído,
silencioso como Hitler, sem um ruído.

Adeus, Bandeira Vermelha
Foste nossa irmã e inimiga.
Foste a camarada de um soldado nas trincheiras,
foste a esperança de toda uma Europa capturada,
Porém, como uma cortina vermelha, ocultaste atrás de ti
o Gulag
repleto de corpos mortos, congelados.
Por que o fizeste, Bandeira Vermelha?

Adeus, Bandeira Vermelha.
Repouse um pouco.
Descanse.
Nós nos lembraremos das vítimas
enganadas por teu doce canto rubro
que atraíram milhões como carneiros
direto para o matadouro.

Mas também lembraremos de ti
porque tu não foste
menos enganada.
Adeus, Bandeira Vermelha
Não passaste de uma romântica centelha?

Tu te encheste de sangue
e com o nosso sangue lhe retiramos
das nossas almas.
É por isso que não podemos limpar
as lágrimas de nossos olhos vermelhos,
porque, com tanta fúria,
neles bateste,
com teu forte pendão dourado.

Adeus, Bandeira Vermelha.
Nosso primeiro passo para a liberdade
foi tomado, estupidamente,
sobre tua seda maculada,
e sobre nós mesmos,
divididos pelo ódio e pela inveja.
Ei, povo,
não vá pisar na lama outra vez
sobre os óculos quebrados
do Doutor Zhivago.

Adeus, Bandeira Vermelha.
Abra esta mão
que te aprisionou
e te vez brandir algo rubro sobre a Guerra Civil,
enquanto os vigaristas tentam se agarrar
aos teus velhos padrões,
ou pessoas tão-somente desesperadas
ficam nas filas da esperança.
Adeus, Bandeira Vermelha.
Estás desfraldada em nossos sonhos.

Agora és apenas
uma pequena listrana bandeira russa tricolor.
Nas mãos inocentes do branco,
nas mãos inocentes do azul
talvez até a tua cor vermelha
possa ser limpa do sangue que derramou.

Adeus, Bandeira Vermelha.
Cuidado, bandeira tricolor.
Cuidado com os tubarões das bandeiras,
aqueles que em ti limpam dedos sujos.
Será possível que tu também
receberás a mesma sentença de morte
de tua irmã vermelha,
alvejada por nossas próprias balas,
tua seda devorada
pelos vermes?

Adeus, Bandeira Vermelha.
Em nossa infância inocente
brincávamos de Exército Vermelho contra o –
Exército Branco.

Nascemos num país
que não mais existe.
Mas naquela Atlântida éramos vivos,
éramos amados.
Tu, Bandeira Vermelha, agora jazes numa poça,
num mercado de pulgas.
Certos vigaristas te vendem
em troca de moeda forte.
Dólares, francos, ienes.
Eu não tomei o Palácio do Czar.
Não invadi o Reichstag de Hitler.
Não sou o que tu chamarias de "um comuna".
Mas te acaricio, Bandeira Vermelha,
e choro."

Esse belíssimo poema anticomunista eu peguei com meu amigo orkutiano Marco Aurélio Torres Antunes. Sei que os esquerdistas do meio literário não vão gostar, mas que é verdade, é.
|

Comentários

Devido à minha insatisfação e ao pedido de um amigo, resolvi instalar um novo sistema de comentários. É mil vezes melhor do que o anterior, mas, esteticamente, ainda não está ao meu agrado. Mas, bah! Depois eu ajeito!
|

segunda-feira, março 21, 2005

6 Meses

Há seis meses atrás eu me lembro, me lembro bem: erguendo parede por parede, fazendo a pintura, o acabamento, pondo os pilares, calculando as resultantes. Eu nunca fui bom com qualquer tipo de engenharia, mas nessa confesso que tive um considerável grau de sucesso. O parto não foi muito difícil; bem mais fácil que da primeira vez, quando a parturiente me era bastante estranha, o que me fez trazer à luz um bebê deformado, de difícil trato que , por isso mesmo, morreu dias após o nascimento. Tempos depois, determinado, reiniciei a obra e a criança nasceu, bonita e em bom estado físico. Com o tempo, naturalmente, melhorou e ainda há muito o que melhorar. É só esperar por seu processo de maturação.
Pois bem, a obra está erguida, a criança nasceu. Mas ainda há muito trabalho por fazer. Isso, porém, não me impede de dar PARABÉNS a este meu blog querido! Gost muito dele e pretendo mantê-lo por muito e muito tempo. Seis meses! Parabéns!
|

domingo, março 20, 2005

Censura a Olavo de Carvalho!

Sim, foi o que o general Jorge Félix fez ao filósofi e jornalista Olavo de Carvalho, conforme ele mesmo relata neste seu artigo d' O Globo.
Sinceramente, sempre tive os militares na conta de patriotas atentos contra qualquer investida do movimento comunista que ameaçasse a integridade nacional. Mas, ao que parece, esses militares estão se tornando cada vez mais periféricos, mais coisa do passado. Hoje já se vêem claramente militares que confundem patriotismo com anti-americanismo e acabam sendo colaboradores da esquerda.
No entanto, pelo que conheço do Olavo, ele não vai se calar. No texto todo ele faz uma ironia a isso, mas, tenho certeza que, na realidade, ele não irá se calar. Continuará exercendo seu nobilíssimo empenho em desmascarar as artimanhas esquerdistas que tanto fazem mal ao nosso país. Mais uma vez, dá-lhe, Olavo!
|

terça-feira, março 15, 2005

Web Ring Liberal

Foi criado pelo meu colega blogueiro e amigo orkutiano Júlio Belmonte. Congrega os sites liberais da internet e, por isso, fui convidado por ele. Como podem ver, I'm there.
|

domingo, março 13, 2005

O Novo Aforismo do Olavo

"O Brasil só tem três instituições estáveis: o Foro de São Paulo, a Receita Federal e o narcotráfico. O resto é ilusão. "
|

A Nova Direita

Continuando a série de links posts, leiam o blog do Limdolpho Cademartori.
|

ALL FOR THE LIBERATION OF THE PEOPLE HOLDED IN TINDOUF

A África continua a arder em guerras e massacres. Que esse apelo chegue ao maior número possível de pessoas.
|

sexta-feira, março 11, 2005

1 Ano

Hoja faz 1 ano daquele dia fatídico para tantos inocentes que tiveram a desgraça de pegar o trem que seria o trem da morte e do terror. Eu bem que poderia falar mais sobre isso, fazer-lhes uma grande (e merecida) homenagem, mas acho que já falei até demais, mais do que deveria. Prefiro deixar que os espanhóis falem por conta própria. Eles entendem disso muito melhor do que eu.

Que Deus os abençõe, aos que partiram e aos que ficaram.
|

Canção das Aves

"Benditos sejam os ramos
De generosa beleza;
Nossa casa e nosa mesa,
E dos filhos que criamos.

De manhã, mal acordamos.
Louvamos a natureza;
Em cantos também se reza:
Eis porque tanto cantamos!

Vamos, depois, campos fora,
Chamando a fonte que chora
Referscando a luz em brasa.

Mas nada igual à alegria
De voltar, ao fim do dia,
Ao seio de nossa casa!

António Correia de Oliveira, poeta português.
|

segunda-feira, março 07, 2005

O Expressionista

E por falar em jornais que viraram blogs, não esqueçam d' O Expressionista, do Diogo Chiuso.
|

TRIBUTÁRIAS (II)

Este artigo do Alceu Garcia é esplêndido. É, é meio velho, de setembro de 2002, mas, como a voracidade tributária do Estado brasileiro só tem crescido desde então, permanece bem atual. Espero um dia poder escrever artigos tão bons como este.
Pelo que podem perceber, foi publicado no então jornal O Indivíduo. Hoje ele continua sob a forma de blog, e continua ótimo, mas... bons tempos aqueles.
|

Jornais Portugueses

Quem quiser procurar na net uma boa lista de jornais portugueses deve ver isto aqui
|
Essa é para meus colegas direitistas da blogosfera, especialmente para o Giovani e para o Carlos Eduardo. Por onde anda o Sinistro?
|

domingo, março 06, 2005

Você acha que:

-Um movimento político que matou mais de 100 milhões de pessoas é uma monstruosidade satânica?
-A doutrina sobre qual se apóia esse movimento, tendo sido refutada várias vezes na teoria e na prática, não merece o crédito que muitos ainda lhe dão?
-Quando o Estado estabelece seu monopólio sobre atividades econômicas, ele tira dos indivíduos o direito de produzir e o direito de escolher de quem consumir?
-Quando o Estado combate a religião por todos os meios ele é um verdadeiro demônio?
-Quando um país é governado por uma pequena elite monopartidária sem limitações legais ao seu poder este, sem nenhuma dúvida, será totalitário?
-Que um país totalitário que tenta expandir seu exeplo por outros países, seja por meios legais e ilegais, ostensivos ou secretos, "pacíficos" ou violentos, é uma séria ameaça ao bom convívio entre as nações?

Se você respondeu SIM à estas perguntas, então, parabéns! VOCÊ É ANTICOMUNISTA! Parabéns, que bom que você tem um grande caráter!
Mas se você é comunista...ih...desculpe-me por te revelar essas verdades, mas eu vou tentar te ajudar.
 
Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com Acessos: